Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








agosto 26, 2010

MATEMÁTICA ECOLÓGICA

Faço compras de mês no mercado. Isso significa gastar de ida e volta 3h30min de um dia da semana, sempre ajustando com o horário de trabalho.

Aí, para seguirmos uma lei mais que justa e tardia para nós, somos obrigados a não usar mais as sacolas de plástico que só poluem. Ótimo!

Quero muito colaborar, fazer a minha parte.

Mas quero também saber como será o lado operacional da coisa. O dia a dia.

Para compras de mês encho quase 2 carrinhos de compra. Se eu tiver que levar a ecobag, quantas delas terei que levar?

Quantos carrinhos vou encher de ecobag? Quem levará tudo pro carro?

Os mercados terão que profissionalizar a entrega em casa, o chamado delivery!! Entregarão em todos os bairros?

Esse mês, o Prezunic de Botafogo/RJ já iniciou a campanha: a cada 5 itens de compra, você ganha 3 centavos de bônus. Fiz uma compra de 201 itens, ou seja, ganhei R$1,20!! Uhummmm, dá para comemorar??

Não é pelo dinheiro, lógico, sou consciente como você, mas tá difícil me sentir estimulada a colaborar.

Os mercados precisam se engajar e dar a melhor solução.

Via de mão dupla já!!!

Foto: Internet

5 comentários:

Anita disse...

Ue Monica, nao entendi. Aqui meu marido faz as compras da semana e leva as eco bags (palha de arroz) que sao bem grandes. Quatro das nossas sacolas servem para toda a compra da semana (um carrinho grande de supermercado, maior que os do Brasil). Se o supermercado nao vai mais distribuir saquinhos plasticos, voce aindo pode usar os antigos das lojas que vc tem acumulados em casa.

Mariangela Buchala disse...

Qdo uma mudança assim ocorre, tem toda uma cultura q terá q ser mudada mesmo. Entendo a postagem...terá q haver uma adaptação das compras. Tenho usado para compras grandes de mês, caixa de papelão ou levo aquela caixa de plástico duro que desmonta.
É toda uma cultura de anos que terá que ser revista.
Eu gosto da idéia de ter os sacos de papel...apesar de cair daí na questão das árvores.
A verdade, é q o planeta está chegando no limite.

Mas uma boa notícia Anita, é que o plástico tem um bom re-aproveitamento de reciclagem. E estão até construindo casas de garrafa. bj

Anita disse...

Mariangela, por aqui muitos supermercados deixam perto da entrada pilhas e pilhas de caixas ja usadas e abertas, feitas de papelao forte que podem ser usadas para as compras. Funciona assim: voce coloca umas duas caixas no carrinho/cestinha e cada vez que quiser levar um produto usa um scanner (uma especie de pistola pessoal com seu cartao de credito inserido) e deposita o produto na caixa/carrinho/cesta. Quando selecionar todos os produtos que deseja adquirir e passa-los pelo seu scanner de pistola, pode sair do supermercado. Como eles controlam se os clientes andam escaneando os produtos mesmo ? Aleatoriamente convidam um ou outro cliente na hora da saida para verificar se a nota de compra coincide com os produtos nas caixas do carrinho. Plastico, adeus. Caixas de supermercado, adeus.

Maria Lúcia Poyares disse...

Anita, quando vamos chegar a essa perfeição? é um caminho longo a percorrer.....
bjs

Anita disse...

MAs nao e' todo supermercado por aqui nao, nem em toda regiao. Em Amsterdam acho dificil de acontecer, muito turista, muita gente de renda baixa... Esta rolando esse "self payment" mais nas vilinhas... O pagamento nos onibus e metros agora e' so' com cartao "chip", voce mesmo coloca seu cartao pessoal e intransferivel diante de um scanner ao lado do motorista.