Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








Um post indignado

Carolina Arêas

Há pouco tempo li no blog da Cris Ventura, Canto do Feng Shui, um post chateado (leia aqui) sobre uma pessoa - Lucia Conte Sarmento - que copia textos alheios sem citar a fonte e não oferece no site um endereço de contato.

Se eu fiquei indignada pela Cris, imagina hoje ao descobrir dois sites da mesma pessoa com cópia de váááááááários textos meus na íntegra (OK, em alguns ela muda o título, certamente para disfarçar).

E o mais interessante é que em dois dos poucos que não são meus, ela cita a fonte (Folha de São Paulo e o conhecido médico Márcio Bomtempo). Ou seja, ela tem total consciência de que fontes devem ser citadas e se não o faz, no caso dos meus muitos textos, copiou mesmo, com intenção de fingir que são seus.

Me inspirando na Cris, peço que vocês dêem uma olhada nos links abaixo, checando se também não há algo de vocês por lá e, se puderem, juntem-se a minha voz solitária para impedir que esta falta de respeito continue acontecendo comigo ou que aconteça com alguém no futuro.
Saúde Integrada (que tem como mais recente post o meu texto publicado dia 30 de novembro no MSN, Reaqueça sua vida sexual com o título alterado para Florais para reacender a sexualidade e sensualidade. Fofo, né?)

Terapias integrativas
Me pergunto o que leva uma pessoa a criar um blog com tantos textos copiados de outra pessoa? Falta de confiança no próprio trabalho? Ou falta de vergonha?
Ao menos, sei que este post não será copiado por ela.
______
Atualizando.... Certamente ela leu este post aqui e, ao invés de uma atitude digna, simplesmente tirou o espaço de comentários do seu blog e ficou inacessível. Que vergonha, Lucia!

__________________
Carolina Arêas é Terapeuta floral, Reikiana II e autora do blog Terapia Floral

A Carol mora no Canadá e faz consulta online. É só escrever para ela e ver como funciona: carolinaareas@yahoo.com.br

5 comentários:

Carolina Arêas disse...

Monica, muito obrigada!!!

PCPet disse...

Não sei se indignacão poderia cobrir o sentimento de invasão que se tem quando alguém se apodera daquilo que nos pertence. Escrever é uma arte, e é dado a poucos este talento, assim como qualquer outro. Quando se escreve se coloca o sentimento, a alma naquelas palavras. Se alguém nos toma essas palavras é como se levasse consigo um pedaco precioso do nosso interior. Infelizmente o mundo é povoado de pessoas que circulam sem essência, que não conseguem perceber a beleza que é receber um carinho, muito menos doá-lo e portanto precisam desesperadamente se apoderar daquilo que lhes falta. Carol, você faz parte do grupo de pessoas especiais que sabem doar amor simplesmente por fazê-lo, portanto um ato como este deve ser sim revelado e a seguir, simplesmente retirado dos seus pensamentos, porque não pode sequer coexistir com a sua beleza interior. Que essa pessoa possa crescer um dia e se tornar alguém útil à sociedade. Um beijo muito carinhoso minha amiga e a certeza que seus textos são tão importantes que levaram alguém tão fraco a cobicá-los.

Grazi Aronovich disse...

Carolina e Monica,
ja existe legislacao p este tipo de crime(sim eh crime copiar conteudo sem dar o credito aos devidos autores). eh so procurar o departamento de crimes na internet e fazer uma denuncia. este tipo de gente tem que pagar. afinal eh vergonhoso este tipo de comportamento!desculpem os errinhos de ortografia, eh que meu desktop quebrou e estou escrevendo no lap.bjos e minha inteira indignacao e solidariedade

Mariangela Buchala disse...

Carolina, compartilho totalmente com seu protesto. Eu mesma já passei por isso com meu blog. Lamentável. Mas a Grazi tem razão...já existe legislação contra isso.

Carolina Arêas disse...

Grazi, que dica boa! Vc tem o endereço eletrônico deste departamento?

A minha dúvida é só porque a pessoa tirou dos blogs qq tipo de contato e está inacessível!

Bejijos e obrigada. E um poeminha de Quintana pra todos nós!

Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho
Eles passarão
Eu passarinho!