Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








maio 07, 2009

NOVELA - PODIA SER O BEM NECESSÁRIO

Ana Cecilia Vidaurre

Quando eu era criança, criança mesmo, 5,6,7 anos, a gente não via novela. Tínhamos outros interesses e muita atividade durante o dia, à noite eu tinha era sono. Gostava muito do Sítio. Com 3 filhos pequenos minha mãe não conseguia sentar para assistir a novela das 8. Eu sempre ouvia: "Novela não é para criança!"

Mas um belo dia, aquela capítulo era importante e até minha mãe parou pra ver. Estava no sofá dormindo e passava Saramandaia.

Lembra?

Quando uma moça lá obesa explodiu, deram um berro e bati a cabeça no teto e voltei! Aquilo me traumatizou de um jeito tão louco que até hoje lembro da taquicardia. Tinha muito medo daquilo se repetir e eu cair num buraco negro.

Não sei se encaretei ou envelheci, mas acho que novela também não é para criança.

Na época era por causa dos romances, beijo na boca.

Hoje, por causa do sexo, violência.

Vou mais além. Não sou expert no assunto, mas por que gostamos taaaaanto de ver os valores invertidos nas novelas, hein? No íntimo, queríamos mais ser aquela vilã linda e maravilhosa. Casar com aquele Raj e por aí vai....

Para para pensar:

1 - mulher engravida de um cara e casa com outro, com noites de amor maravilhosas. Tem o bebê e ele acha que é o pai.

2 - macaco pinta quadros e o cara vende como se fosse dela.

3 - mãe tranca a filha em casa pra ser freira pra não "dar" pro filho do Demo.

Novelas cheias de tramas mas a moda é o merchan social... deve ser para aliviar um pouco a barra....Novela não deveria ser um programa pra toda família??Nossas crianças crescendo e aprendendo essas experiências e vendo que a gente acha isso tudo muito legal, super divertido???? Por que gostamos de ver tanto atrito, zona, trapaças e vilões sedutores??

E você, o que acha?

Are baba! Mas não avança!


4 comentários:

Mariangela Buchala disse...

o macaco pintando acho divertido e é fantasia...o resto tá punk mesmo! O pior é q tudo isso gira em torno do vil metal e a humanidade ainda não aprendeu q o que é belo e bom também dá ibope e grana...até mais pois é da natureza humana ser bom (senão teríamos garras como diz o Dalai Lama). Uma pena!

Anita disse...

Os meios de comunicacao vao sempre apresentar qualquer maluquice para fascinar ou endoidecer as pessoas. Ceci, cada um que trate de abrir os olhos e criar seus filhos tentando passar bons valores. A noite comer junto com calma, de tv desligada, depois todos pro banho, ler estorinhas e repassar o dia.

Soninha disse...

Cecil

Concordo em parte. O macaco acho inclusive uma exploração do pobre animal. Cadê o Ibama???

Mas discordo em outra. Novela não tem mais papel educativo. Acho que perdeu esta inocência há anos. Aliás, TV tem este papel?

O que era aquele mundo real barra pesada da Paraíso Tropical? Também a última do Miguel Falabella, as Três Irmãs que era uma maldade atrás de outra e almas penadas que invadiam o jantar da criançada.

As das seis, que deveriam ser mais leves, estão mesmo de pernas pro ar.

Estou até gostando do besteirol das sete. Levinha e tolinha.

Mas não aguentooooo mais a Maya, o Raj, as mocinhas brasileiras na Índia, o tchai, aquela velhota de branco sentada sem fazer nada e tudo aquilo. Sem falar na Cristiane Torloni. Alguém gosta da figura?

Maria Lúcia, desculpe, não vou mais poder comentar. Desisti de vez. Vi ontem por acaso e fiquei boba com a gamação da Silvia e do Murilo. Está certo, já se conheciam desde a faculdade. Mas deram um beijo e já estão morando juntos! Um dia e já estão juntos. Anita, nem em Amsterdan, né não?

Ana Cecília Vidaurre disse...

Son, não ter papel educativo tudo bem, mas o lance é mostrar o valor do avesso do avesso, isso não é legal...
Às vezes me dá a impressão que muuuita coisa ali fugiu da sinopse original da Glória. Ela precisa desviar a rota de várias coisas, mesmo sendo obra aberta...
Tb tô de saco cheio, e olha que sempre vi novela das 8. Muito inverossímel demais e a Torloni definitivamente não encontrou o tom. É para chamar atenção?
Mas ela sendo uma grande atriz não precisava estar tão out. Perua fútil sim, mas cair no exagero não. Menina, até a Patrícia Kogut já deu 0.
bjos,