Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








outubro 09, 2009

"Viver a Vida" ou uma volta ao passado retrógrado?

Me desculpem queridas e queridos leitores, mas não dá pra aguentar esta nova novela do Manoel Carlos: é um compêndio de pérolas de atraso e saudades de um passado moralista, retrógrado e totalmente machista!
Algumas frases soltas do texto:
-"todo casamento precisa de uns tapas pra dar certo"
-"de maneira alguma pense em aborto, isto é um crime!"
-"ele é um galinha, mas qual homem não é?"
-"o problema é que ele morreu e não deixou nada. se pelo menos tivesse deixado, era alguma coisa"
-"ela pode ficar tranquila, ele é um homem bem cuidado e é rico, seu neto terá um grande futuro"
Sem falar nos personagens que repetem posturas totalmente velhas e ridículas, como: o cara que quer ter um caso com a prima da mulher, quer pegar a empregada, não resiste a um rabo de saia qualquer...e ainda se diz "cercado por elas"????????
Todas as mulheres (a não ser a Helena) são infelizes, frustradas e só melhoram quando são salvas por um bom homem!
Até a pobre da menininha pequena vai ser mau carater e ter traços de ruindade profunda??!!??
Por um acaso, será que o Sr Manuel Carlos pretende trazer de volta antigos e ultrapassados critérios morais?
Que saudades da Glória Peres e de sua maneira democrática de discutir a sociedade.

3 comentários:

Anônimo disse...

Tem todo razão, está insuportável, cansativa, chata mesm.

Mariangela Buchala disse...

nem me conta Grazi...é tudo muito caricata e falta de ver a vida de frente e de verdade...além de ter mensagens perigosas.

Soninha disse...

Grazi

Concordo em gênero, número e grau.
Como é que pode?
Sei não ... adoro o Maneco, mas acho que ele, depois de obras brilhantes, definitivamente cansou.
bj