Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








julho 21, 2009

Morei no Rio de Janeiro por mais ou menos uns 10 anos, por opção. Tive um amigo muito querido que viajava mundo, tinha super bom gosto para vinhos, comida e tudo mais, e sempre dizia que não existia no mundo lugar com a disponibilidade que o Rio tem. Leia-se disponibilidade de vida, de luz, de alegria, de espontaneidade, de astral, de possibilidades, criatividade, etc, etc, etc. Concordei sempre com ele. Ouvi fora do Rio se falar muito de lá, mas só quem vive ou viveu no Rio conhece a alma carioca - difícil explicar.

Dei de cara hoje com uma notícia prá lá de grotesca. Há no mercado um livro chamado Rio for Parties que sugere dicas para conquistar as cariocas. No livro, o autor divide as mulheres em patricinhas, hippies, acima dos 30, e popozudas e explica como levá-las para a cama. Já está na oitava edição e hoje a justiça negou o pedido da Embratur de retirá-lo de circulação pois julga que o conteúdo não ofende ou distorce as mulheres cariocas.

Algo precisa ser feito.

12 comentários:

BIA disse...

Oii Mônica!!

Adorei o seu blog tbm!!
Que absurdo isso heim, coloca a carioca como mercadoria em variados tipos, e ainda diz que não ofende..
Com certeza algo precisa ser feito!!
bjuss

Bia

Mônica Angeleas disse...

Que coisa... eu como carioca "da Gema", fico com muita pena da imagem que esse tipo de publicação deixa da cidade. Mas na maioria dos casos os gringos que escolhem nosso país querem mesmo aventuras sexuais. É uma pena...

Ana Cecília Vidaurre disse...

Fico indignada com isso. Tudo para vender, para lucrar!!!

Jubs disse...

Pois é, também vi esta notícia. É de revoltar, não é?
Temos um problema super sério de turismo sexual no país e nego denigre ainda mais a imagem da mulher brasileira com uma publicação dessas!

Regina Bui disse...

Monica,
o que se espera de um país que engole e aplaude propagandas machistas, como a da SKOL, em que o padre pergunta ao noivo se prometia fidelidade e ele reponde com outra pergunta: "mas ela promete ficar gostosa para o resto da vida? Porque... olha pra mãe dela!"
veja link:
http://www.youtube.com/watch?v=n3M4SUCNdWY

Grazi Aronovich disse...

Querida, isto é só uma parte deste sujo mercado de prostituição e exploração de mulheres no Brasil e no mundo. na maioria das vezes, os grupos europeus estão por tras destes emprendimentos. pois, pelo que se ve hj em dia, a tara e o desrespeito caminham juntas e tristemente para nós, tem um mercado rico em consumidores.acho qeu se póde fazer campanha pras livrarias não comprarem este livro.já que não é retirado do mercado.

Regina Bui disse...

Monica,
queria te passar um texto, vc pode deixar um e-mail?

Anônimo disse...

Mari, estava sentindo sua falta no INTEIRATIVA.
E voltou bombando....com essa informação preciosa.
Isso é ganância prá faturar, e o mais triste é que vende mesmo.
Bjs

Anônimo disse...

Boa denúncia. Com certeza algo precisaria ser feito.

Anônimo disse...

Esse livro foi mesmo uma vergonha até no mundo masculino. Bem postado.

Anita disse...

Amo esse livro e o que ele fala das mulheres não tem nada de mais. Fala também dos tipos de homens: o pitbull, o mauricinho, o alternativo, etc. e etc. . Tudo com ótimo bom humor. Quem fala mal do livro não o leu. Leiam antes de criticar.

Mariangela Buchala disse...

Oi Anita, não li o livro inteiro mas as partes que li sobre as mulheres achei bastante duvidoso. Talvez não fosse a intenção do autor, mas olha só:

"30+. Gostam de se divertir, dançar, beber e beijar. Trate ela com uma dama e elas o tratarão como um rei, talvez não esta noite, mas amanhã com certeza." (como assim???)

"As popozudas, malham, vestem calças apertadas que entram no bumbum, pintam o cabelo de louro e fazem de tudo para ficarem lindas. Tem bunda grande e são máquinas de sexo, são um bom investimento." (investimento?)
trechos do livro.