Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








novembro 09, 2010

Dois espetáculos maravilhosos



O Rio de Janeiro voltou a fervilhar, a ser a boa e velha "capital" da cultura. Basta citar os recentes espetáculos em cartaz.

Alguém poderá lembrar, é verdade, que Sir. Paul McCartney só tocará com sua banda em São Paulo. Mas vamos ficar com os bons exemplos recentes no balneário carioca.

Citamos Baryshnikov, alguns posts aqui abaixo. Lindoooo!

Agora tivemos o Momix, com Botanica, by Moses Pendleton. Assistimos no último sábado. Faltam até adjetivos. Incrível, deslumbrante, inesquecível. O som eletrônico ali no novo Theatro Municipal ainda deixa a desejar - ninguém se iluda - mas é um detalhe que sempre pode ser melhorado.

A companhia de dança já tinha se apresentado há alguns anos no Brasil, em uma turnê que também tivemos o privilégio de assistir. No mesmo Municipal. Mas o espetáculo Botanica é todo peculiar. O que dizer das mãos que parecem vagalumes, ou dos unicórnios dançantes e guerreiros? Sem falar nas flores, folhas, animais da floresta nas quatro estações.

Paulo Barros, o carnavalesco campeão, certamente não perdeu o show. Dali é possível tirar várias inspirações. Os adereços fazem toda a diferença. O que dizer da mega "gaiola" (no alto) que é vestida como um grande chapéu ou um abajur e voa no ar como se fosse uma pluma? A bailarina não para de rodopiar. Incrível mesmo.

Um dia depois, fomos conferir Cats, no Viva Rio. Elenco brasileiríssimo (foto acima), peça original com músicas adaptadas pelo grande Toquinho, cenário e figurinos super criativos deixam o público inebriado. A voz da cantora Paula Lima, de Ídolos, chama a atenção, na música tema, Melody. E por aí vai. um programa para todas as idades. A criançada adora e os avós curtem também. Nem deixa saudades do original assistido há cerca de 25 anos na estreia pessoal na Broadway.


Na saída, mais uma confirmação que a capital está mesmo "in". Os atores mirins de Crepúsculo filmavam no Mam, tendo a Baía de Guanabara ao fundo.

O Rio tá com tudo e tá prosa!

p.s. Estaremos tb no Hair, em cartaz no Oi Casa Grande. Em breve contamos como foi. O público parece que está amando a montagem da dupla genial Cláudio Botelho e Charles Müller.

Nenhum comentário: