Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








junho 10, 2010

Ubuntu, África!

Amanhã começa a copa do mundo na África do Sul, todo mundo festiando, pronto pra torcer, beber, gritar se acabar de alegria vendo seu time vencer... E eu nesta emoção, mistura de profunda tristeza, vergonha, revolta e desentendimento.
Explico porque, já estive na África faz uns anos trabalhando.
Foi uma experiência triste. dolorosa até.
Ver um continente abandonado, sucateado, escolhido pelo resto do mundo pra ser o lixo de todos.
Lá a cada 4 minutos alguém é contaminado por HIV, e a cada dia morrem mais de 1000 por causa desta doença. Não existe transporte de massa, os negros vivem separados dos brancos. Até na praia, ninguém convive.
A fome arrasa cidades, as guerras tribais fazem povos viver em constante nomadismo.
As capitais não ficam longe disto. O apartheid só acabou no papel, pois a grande maioria dos negros continua pobre e sem oportunidade de ascensão social.
Como é que posso ver este povo tão bonito, tão esperançoso, tão bom, jogado ao que sobrou do continente explorado pelos europeus? Como é que posso esquecer que é lá que os cartolas da FIFA estão fazendo seus jantares opulentos, e levando muito dinheiro que faltará no futuro para a população?
Sim, porque a promessa de virada social após um evento destes é só promessa.
Nunca um país se transforma com um evento que gasta tanto pra acontecer.
O que vale nesta festa triste, é que o mundo verá em lente de aumento o que fez e o que ainda pode ser feito pela África. Um espelho gigante pra humanidade acordar!
Ainda há tempo para o mundo pagar sua divida de vida com aquele continente. Mas é preciso muita vontade politica, pra decidir que não é mais possível, um povo ser designado pra ser o grande lixão da humanidade atual
Ubuntu pra África, esta expressão tão plena deles, que quer dizer pelo menos humanidade!
Meus olhos se enchem de lágrimas cada vez que vejo imagens da África do Sul e são lágrimas de tristeza e revolta, não de emoção pelo meu time.

Um comentário:

Mariangela Buchala disse...

Grazi,a Africa está sendo vista pelo mundo. Poder mostrar a cultura, e esse povo tão espontâneo e com um sorriso que nenhuma outra raça tem. A vida lá é triste ainda, e muito...mas agora está nas telas do mundo todo. Acho positivo.