Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








fevereiro 10, 2010

Vamos tirar o Brasil da gaveta

Com o samba enredo “Vamos tirar o Brasil da Gaveta”, a escola de samba Pérola Negra da minha Vila Madalena entra na avenida as cinco da manhã de domingo. O tema, além de exaltar a cultura brasileira, irá homenagear Rolando Boldrin, um artista ‘encarregado’ de contar a ‘HISTÓRIA DE AMAR O BRASIL’. Não sei se o programa do Rolando Boldrin passa fora de Sampa, mas como diz o dito popular 'dá gosto de ver', e ouvir.

“Enaltecer a cultura da nossa gente é o propósito das escolas de samba. Por este motivo, a Pérola Negra no carnaval de 2010 irá falar do ideal do Sr. Brasil – Rolando Boldrin, e assim ter um enredo vasto, aberto, receptivo e genuinamente nacional”, disse Edilson Casal, presidente da Pérola Negra.

“O brasileiro tem mania de achar que o que é bom vem de fora, deixando o que é autenticamente brasileiro no esquecimento, ou seja, dentro da gaveta. Vamos resgatar tudo isso valorizando e mostrando a nossa cultura popular e verdadeira, e ainda, homenagear Rolando Boldrin que em seus programas sempre deu espaço para a cultura do nosso povo”, disse André Machado, o carnavalesco da Pérola Negra.
A Pérola Negra não é uma VaiVai ou Beija Flor, mas conta com um público fiel que juntos mantêm ainda o espírito de bloco.

Conhecendo a Vila Madalena

Vila Madalena é um bairro de São Paulo situado no distrito do Pinheiros, região oeste.
É bastante conhecido por ser um reduto boêmio desde o início dos anos 70, quando estudantes com pouco dinheiro passaram a morar por lá, por causa da proximidade à USP. Lá há grande concentração de bares e casas noturnas, além da escola de samba Pérola Negra.
Uma das características mais pitorescas do bairro é o nome de suas ruas. São nomes líricos como: Paulistânia, Harmonia, Girassol (onde moro com um pôr do sol incomum nessa cidade) Purpurina,  Simpatia, Fidalga, Auspicueta,Wizard e Original. Isso permite que o bairro tenha esquinas sugestivas como a "Harmonia com Purpurina". 

Segundo historiadores, as ruas foram batizadas por sugestão de estudantes, participantes do movimento anarquista. A adoção de nomes poéticos tinha a intenção de quebrar a tradição urbana de homenagear autoridades públicas.
Hoje, o bairro abriga uma concentração ímpar de ateliês e centros de exposições artísticas. Lojas de vanguarda e escolas de música e teatro também fazem a cara do lugar.                                            
                                                                                                                                                
 

                                       
                                                                                             

bar Filian, onde a turma CQC se encontra.

5 comentários:

Anônimo disse...

Saudades........

Soninha disse...

Mari

Adorei teu post!
Estive na Vila Madalena há poucos meses.
Pena que foi trabalhando.
Ainda vou na noite, me aguarde!
Tuuuuudo de bom.
Bom carná!
besos,

Anita disse...

Cara quem e' esse que comentou ai em cima ?
MEDA !!
Agora, falando serio... COnhecia a tal da vila Madaloca quando estive em SP em julho 2009. Muito legal. Tem a loja da Farm e otimos bares e restaurantes. Quero voltar. Beijao !!

Mariangela Buchala disse...

Aguardo todas aqui na Vila para uma atividade inteirativa no Posto 6 com muito chopp, caipirinha, gnt animada, petiscos e muuuita conversa fiada. Bjs

O chinês ai de cima era de sites pornôs japoneses...já apaguei. Pode???

Mariangela Buchala disse...

anônimo(a) com saudade fica difícil matá-la!