Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








fevereiro 09, 2010

Maneco, ai Maneco......


"Maria Lúcia, querida,

Li o post abaixo e lembrei tb dos nossos frevos e cirandas em Ricifi, porque quem é de lá sabe que é assim que se fala, né? (risos)

"Esta ciranda quem me deu foi Lia, que mora na Ilha de Itamaracá...."

Te escrevo este post porque senão vais pensar que sumi..
Você sabe que eu não assisto mais a novela das 9 da noite. Porque já foi o tempo em que era das 8...agora é das 9h.
Mas, dei uma zapeada com o controle nos últimos dias e lá estava a Helena levando um safanão do marido, a menina quase uma zureta encarando a dona da casa; a mesma bêbada de sempre, enfim, tudo igual... ou pior.

Mas sabe o que me chamou mesmo a atenção em "Viver a Vida"?
As pobres das empregadas! Gentem! Maria Lúcia, meu amor, você sabe que nem no Ricifi ou em qualquer outro canto num seria assim.

Onde já se viu?
As moças usam umas roupas curtíssimas (que figurino é este?? socorro!!!) e se oferecem pros patrões...ou estão sempre se enfiando onde não devem....uma coisa.
A moça da foto é Dirce, a empregada da casa de Betina, a lindona da letícia Babalu Spiller. Se jogou em cima do patrão, convidando ele prá...conhecer os copos novos na casa dela.
Sei...Roteiro que nem "casa grande e senzala" daria conta.

Li em algum lugar que esta garotada faz plantão no prédio dele, ou no café que Maneco passa todo dia. Aí implora por um papel na novela. E ele, delicado que só, arruma um papel .... por isso surgem tantas empregadas e novas amigas para os personagens atuais.

Querida, sei não...não está dando mesmo.
Joguei a toalha de vez.
Volto para os meus livros e ponto final.

Quando você topar com o Maneco aí no Leblon ou em Ipanema, diga que rasgamos nossas fantasias e não vamos mais sair no bloco dele.
Pra tudo tem limite, né não?

Um beijo, com gosto de bolo de rolo,

Soninha"

4 comentários:

Anônimo disse...

Que analise bem feita!!
Esse Maneco esta pirando mesmo.

Mônica Angeleas disse...

Soninha, que delicia de texto!!
Como diz a garotada, vc eh uma fofa!!!!
Bjs

Anônimo disse...

Pirei lendo o post. Foi dito o que todo mundo pensa mas, educadamente, fala: a novela ainda não engrenou mas é uma m.....
Tenho dito.

Grazi Aronovich disse...

Adorei teu texto. só queria acrescentar uam coisinha: acho que Manuel Carlos, demonstra em seus textos e personagens, uma saudade de um tempo machista, onde as mulheres eram subjugadas e onde estas posturas defendidas por ele-patrao comendo empregada, mulher se oferecendo-eram o maximo. pra ele, ainda deve ser, senão ele nao colocava sempre em suas novelas. pra mim, ele naõ passa de um senhor que ja "dobrou o cabo da boa esperança"..rs...e que só consegue se alegrar com estas velhas maximas falidas!bjs