Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








janeiro 06, 2010

Shows da Broadway na Urca


Deu para conferir ontem, nos letreiros que a genial dupla - Charles Muller e Cláudio Botelho- está por trás dos belíssimos musicais do Cassino da Urca da minissérie Dalva e Herivelto.

Eu comentei ontem, não foi? Coisa de louco! Cada show, um figurino, cada música, uma coreografia.... loucura!

Grazi, você leu onde foi filmado? Quitandinha? Alguém sabe dizer se o Cassino da Urca por dentro ainda está intacto ou destruído? Achei esta foto histórica, de 1930, no Santo Google. Soube de projeto de restauro, mas não sei em que pé ficou. Alguém tem informação precisa?

O intérprete de Grande Othelo tá bárbaro, embora dois palmos a mais na altura. Vai lá, a gente entende! O ator que interpretou o Ataulfo é o mesmo do musical do Vinícus e Jobim, vocês se lembram? Comentei aqui no ano passado. Ator de primeira e um vozeirão! Podem escalar logo o gajo prá próxima novela. A pesquisa histórica também tá muito boa. Ontem o meu filho entendeu que, com Dutra no poder, e Dona Santinha sua esposa soprando ao pé do ouvido, o jogo foi proibido. Será que nossa Dona Marisa teria soprado algo neste sentido no ouvido de Mr. Lula?
Soube pela revistinha do Globo que a filha do segundo casamento, Yaçanã, atriz (interpretando o papel da sua avó, mãe da aeromoça Lurdes) levou vários objetos pessoais de Herivelto. Como o apito. Levava e trazia de volta no dia seguinte. Guardiã fiel, com medo que algo pudesse sumir.

Angel, confesso que ontem já achei meio chato. Detesto este negócio de homem bater em mulher, mesmo que seja nas telas. Enfim.... é história, vamos lá. Mas ele era violento o moço, heim? E eu que só lembrava do bom velhinho das marchinhas......Jesus!

A Maria Fernanda entrou em cena ontem. Estonteante! O capítulo de ontem acabou com ela indo visitar a Dalva já doente no hospital.

Um comentário:

Mônica Angeleas disse...

Soninha, sou contra agressão, mas quem batia mesmo era ela. Com toda razão ficava furiosa com as traições dele.
Continuo amando e ontem pude assistir ao lado do meu irmão e sobrinho que são músicos, puxa foi uma maravilha!!
Bj grande!