Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








dezembro 15, 2009

Vai um mosquito ?


Um debate "hot" que aparece volta e meia na mídia holandesa e’ sobre o uso do mosquito em áreas publicas. Ele nada mais e’ que um aparelhinho que emite um som somente detectável por jovens ate a idade de 25 anos. Instalado em locais públicos onde jovens (principalmente antilhanos e marroquinos) costumam se reunir, seu ruído continuo provoca dores de cabeça e grande irritabilidade. Como conseqüência os jovens abandonam ou evitam os locais com “mosquitos”.


Muitos adultos freqüentadores de praças públicas aprovam a medida, outros acham inconstitucional. Os jovens (brancos) holandeses costumam se reunir uns nas casas do outros, antes de saírem para as noitadas. Mas os jovens pobres preferem as praças, e são acusados de pequena criminalidade e distúrbio da ordem publica. Outros países como Inglaterra, Alemanha e Belgica já estão começando a importar os “mosquitos” holandeses, devido a enorme eficácia. O que você acha disso ? Uma tremenda invasão do espaço público e das liberdades individuais ? Ou uma medida “civilizada” para evitar aglomerações de jovens com atitudes suspeitas ? (O mosquito e’ responsável pela diminuição de até 70% de intervenções policiais). Você gostaria ai no Brasil de ter um mosquito instalado em algum lugar público da sua cidade ? Qual ?

4 comentários:

Anônimo disse...

Temos que pensar, porque aqui no Rio de Janeiro a instalação seria muito cara, devido a enorme quantidade dos "mosquitos" necessários.

Anônimo disse...

Anita, estava com saudades de vc e de suas novidades vindas aí da Holanda!

Mariangela Buchala disse...

Acho estranho...eficaz, mas estranho.
Como evitar que não mudem para outros espaços? Isso soluciona problemas? Aqui acho que não - como na cracolândia em SP, espanta e envia prá onde?
Nesse caso o problema é social e precisa de medidas sérias de acolhidas e educacionais com as crianças e jovens de rua.

Anita disse...

Mariangela: eu tambem acho totalmente estranho. Mas em Rotterdam, por exemplo, e' muito eficaz (ha mosquitos em mais de 200 lugares por la). A cidade e' portuaria e vem gente jovem do mundo inteiro praticar todo tipo de pequena criminalidade, desde jogar objetos nas janelas de lojas ate ameacar, agarrar e atacar os transeuntes (pois estao muito doidoes de droga e bebida). O mosquito tem um raio de acao de 20m e espanta os marginaizinhos e as ganguezinhas. Nao e' solucao definitiva, mas um instrumento a mais para manter uma certa ordem social.