Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








novembro 06, 2009

Sorry, Maneco


06/11/09

Sônia Araripe

Galera, antes de mais nada, desculpem o sumiço. Muitooo trampo e pouco tempo. Vamos que vamos, não é isso Mari? Todos sabem que eu aaaaaaamo novelas. Todas. Sempre que dá para assistir, claro. Maneco é um dos prediletos, mas tem também Gilberto Braga, Glória Perez e td a turma mais nova que já não é tão nova assim.

Enfim, isso é só para começar. Mas, please, tem alguém gostando desta novela "Viver a vida"? Tem? Maria Lúcia, Angel, Cecil, Valéria, Grazi, Anita, Mari, alguém aí do outro lado do teclado e tela? Aqui num tem! Tá uma chatiiiiiice, uma sem gracice.....uma sem-vergonhice. Na boa.

Vou só comentar dois episódios recentes. O canalha do José Mayer faz um executivo milionário. Está em Búzios esfriando a cabeça de uma multa pesada da Receita Federal (Valéria, o homem não paga os impostos!!) e aí resolve passear. Encontra a lindinha da Antonelli. Tá deslumbrante, né? Quase uma Gabriela 2010. Pois aí trocam uns olhares, umas palavras e depois, quando se reencontram já é para um passeio de lancha e.......claro, deu no que deu.

Do nada. É vero: cena linda, cenário de Búzios, praia deserta. Mas dá prá convencer? Soube pelos meus informantes que a moça ficará grávida. E não saberá se é dele ou do argentino coroa que está bancando tuuuudo para ela e a filha. E que a Helena, tb grávida, vai abrigá-la em sua casa como ajudante. Que tal?

Outra cena desta semana, Helena da Isabel Fillardis e a chata da bocona Aline Moraes se engalfinham. Cena forte. Nenhuma das duas convenceu. E Helena, para dar o troco, vai sozinha num carrão pelo deserto e a outra cinderela (ou seria gata borralheira?) segue num ônibus bem simples, bem desaparelhado como se fosse aqui do Rio.

Gentem: Jordânia eu nunca fui, mas estive perto e leio um timtim. É riquíssima. E se o padrão ali é internacional, de manecas vips, a viagem seria feita no deserto de noitona? Num ônibus de veraneio para o Piscinão de Ramos?

O ônibus rola na ribanceira e ela ficará tetrapéglica. Alguém vai ainda assistir esta novela com a lindinha numa cadeira de rodas? Tá certo, tem o lado social, humano, bem bacana. Mas a gente quer isso 22h, depois de um dia exaustivo de trabalho? Meus informantes contaram tb que ela vai casar com o gêmeo médico, trocando o atual gêmeo chato. Mas nem isso mais tem graça... ou tem?

Com a palavra, vcs todas!
p.s. - Quem diria que sentiríamos saudades de "Caminho das Índias"? Are-baba!

8 comentários:

Comentário Visual e Escrito disse...

Nem fale...Jesus me abana! É o q eu já falei, tudo caricata. É claro q mesmo na Jordânia moderna com sua rainha prá lá de culta, ainda há coisas q não se faz no mundo árabe, principalmente sendo mulher. Diz a minha mãe que em Petra é proibido entrar nas ruínas sozinha...e a Helena não só entrou (de longo) como foi fotografada rodopiando.

Alguém pede para a Helena ligar para a mãe da lindinha mimada e mandar ela buscar a filha? E o canastrão do José Mayer (ficava melhor de hippie sem memória) deve ter engravidado umas 20 até aqui.

Sim, sim...q saudade do Raj, aquilo sim era q era homem de verdade.

Grazi Aronovich disse...

é incrivel e são absurdos tão grandes que não dá pra tentar entender em qquer contexto,mesmo nos mais morbidos.todo capítulo tem que ter uma aura de desgraça. e as máximas médicas?tenho amigos da área que estão revoltados c os comentários apresentados na area hospitalar da trama. é Manuel Carlos, as vezes é melhor dar um tempo e voltar reciclado..ou não?

maria lucia poyares disse...

Soninha, primeiro saudades de vc. e dos comentários novelescos.Tb. amo novelas mas Manoel Carlos endoidou, não caiu na real?
ESTOU DETESTANDO e so dá controle remoto.Minha mão pede socorro!!!!!!!!!!
bjs

Anônimo disse...

Amiga: até que não achava Raj homem de verdade depois de abandonar a brasileira apaixonada e trocar pela melosa e chata indiana mas eesa novela está um SACO

Mariangela Buchala disse...

mas o q faz do personagem Raj um homem de verdade é exatemente assumir suas escolhas, é ser honesto com suas verdades, sem "você não me merece"...é caráter, e poder voltar prá mulher que amava com filho do outro, e aí vai.

Anônimo disse...

I'm so sorry... mas o Raj não decidiu nada da vida dele, foi o pai que o obrigou a largar a "firanje" estrangeira. O brasileiro tem memoria curta mesmo...
A atual novela está mesmo muito chata.

Maria Lúcia Poyares disse...

Mari, minha amiga, mas discordo.
O Raj de homem só tinha a aparência viril mas de atitudes era um fraco comandado pelo pai ou voce está confundindo com o irmão (esqueci o nome) que assumiu a brasileira e enfrentou toda a familia?

Valeria Ferrari disse...

Vô denunciar o cara Soninha...ele pode comer quem ele quiser...só não pode sonegar impostos...isso eu não perdoo...farei uma denúncia tributária...colocarei o nome da firma dele na lista negra do Procom.
É inadmissível...e a função social do tributo...e as criancinhas sem merenda e escola, e os cidadãos que precisam da saúde pública....e a segurança...e... e...fala sério...isso me tira completamente do sério.

O melhor dessa novela são os depoimentos finais...kkkkkk.

Falando sério...eu só assistia novelas qdo trabalhava com minha amada...idolatrada...amiga...MONICA...era muito divertido...lembra Monca...
Bjs pra todas...Soninha adorei sua crônica...