Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








setembro 23, 2009

Mais censura?

Não gosto de falar de política. Mas do jeito que a coisa anda, ou a gente começa a botar a boca no mundo todo dia, ou não sei mais onde vai dar!

O Estadão foi censurado pela Justiça, proibindo qualquer notícia sobre a operação Faktor, mais conhecida como Boi Barrica, que envolvia o filho do presidente do Senado José Sarney. No último dia 15, um ganho - o TJ-DF declarou que o desembargador Dácio Vieira é suspeito para decidir sobre o pedido de censura do Estadão. A decisão afasta Dácio do caso.
Uma esperança para um jornal que não se curvou durante a ditadura e não se curvará diante da vergonha em que o país se encontra.

Outra esperança paulistana - o jornal A Folha de São Paulo acordou e publica hoje:
"Boto quem eu quiser" no Senado, diz filho de Sarney
.
Filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o empresário Fernando Sarney diz, em conversa interceptada pela Polícia Federal, que é o dono de uma vaga no gabinete do senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA), informa reportagem de Andréa Michael, Andreza Matais e Hudson Corrêa, publicada nesta quarta-feira pela Folha. O diálogo gravado pela PF entre Fernando e João Fernando é o primeiro em que o filho de Sarney assume explicitamente o poder de empregar quem quiser no Congresso.

Será que vão censurar a Folha também?
É só. Nada mais a comentar.

Um comentário:

Maria Lúcia Poyares disse...

Realmente, NADA MAIS A COMENTAR.
Precisamos, sim, não votar nessa turma !!