Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








abril 14, 2009

Volta para as Raízes

Ana Cecília Vidaurre

Adriano nos surpreendeu essa semana. Sumiu um tempo, parecia que vinha coisa muito ruim...
Não conseguimos imaginar uma decisão dessas vinda de um camarada que veio da favela, chegou ao estrelato, ganhou muita grana e hoje decidiu jogar a toalha e voltar para a Vila Cruzeiro.
Ontem, demonstrando que tem muitos amigos por lá, distribuiu 300 Big Macs.
Por que ficamos tão chocados??
Muita gente bem sucedida, em algum momento da vida gosta de voltar para suas raízes, curtir o canto daonde nasceu e cresceu. Mas como o cara voltou para a favela podendo morar numa cobertura vira notícia de 1a página.
Adriano foi um grande jogador e tem gente que insiste em dizer que tem muita droga envolvida.
Soube que tem mulher também, daquela que também jogou a toalha e não quis nada com ele. Mexeu com uma coisa que ele não conseguiu resolver com dinheiro. Não pode comprar.
Hoje eu posso acompanhar um pouco mais de perto esse esporte e fico pensando como um cara que teve um grande talento, treinou muito, ralou, não teve fim de semana, participou de muita peneira, conseguiu chegar lá, jogou em um dos Clubes mais almejados e agora não tem mais motivação para o futebol. Cansou mesmo.
É isso, o trabalho e a grana não contam mais, a cabeça só está voltada para as suas raízes. Acontece.

5 comentários:

Anita disse...

Esses rapazes são tão pobres, tão despreparados cultural e intelectualmente que não sabem como absorver ou aproveitar a cultura e diversão de lugares como Milão (e o Romário odiava a Holanda). Nem o restô “Favela Chic” de Paris onde podiam degustar cachaça e caldinho de feijão ao som de funk e favela beat gostavam de freqüentar. Ótimo, cada um com sua escolha. Super bom esse seu post, Ceci !

Mariangela Buchala disse...

Vi ele jogar aqui no SPFC...é um craque...mas dizem q deu trabalho. Vi tbém as entrevistas essa semana e me pareceu inteiro. De qualquer maneira, vai fazer falta nos gramados pois joga muito. Quem sabe ele não fica em um time do Rio? Já deu a deixa para quem quis ouvir...boa sorte a ele.

Soninha disse...

Cécil
Tudo bem, tudo bem.
Mas a turma aí do futebol, pagode e BBB (que vc tanto gosta) deslumbrou, desvairou. Perdeu valores, não sabem que, na verdade, não são lá esta Coca toda no deserto.
O moço deslumbrou.
E caiu na real
Mas acho que tem droga no meio....

Enfim, resumo da ópera: dá dó, dó mesmo.

bjs

Valeria Ferrari disse...

É surreal sim...mas penso que muito poucos tem a dignidade e humildade de saber o momento de mudar o rumo de sua vida.
No caso do Adriano, o caminho natural seria o glamour, o dinheiro, as facilidades...ele racionalizou e entendeu que não era o caminho dele e teve tempo de mudar o rumo da proza...
Minha prima acompanhou este menino desde os 7 anos e tenham certeza que sua vida foi muito difícil, principalmente com relação aos seus familiares.
Pessoalmente não acredito que o motivo seja drogas ou mulher, acredito sim que tenha um componente familiar fortíssimo para essa decisão. Que Deus o abençõe e que possamos contar com ele no nosso futebol, quem sabe esse seja o ponto positivo disso tudo. Bjs. amadas.

Ana Cecília Vidaurre disse...

Inters,
após algumas semanas, realmente estamos vendo um cara que quer aproveitar a adolescência tardia, "curtir" como ele mesmo diz... já não quer mais a Moranguinho, agora é a Caviar e conseguiu reinscidir o contrato lá no Inter...
Se o problema fosse drogas, o Clube já saberia, pq eles fazem exames mensalmente!!! Álcool pode até ser...
enfim, que o cara seja feliz e que faça bem às pessoas ao seu redor.
bjos