Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








dezembro 15, 2008

Overdose


15/12/08

Sônia Araripe

Outro dia comentamos aqui sobre merchansing.

Na novela "A favorita" há uma semana, em uma cena atrás da outra, sem nem dar para o telespectador respirar, entraram três merchandisings seguidos.

Moda da Renner, Motos Dafra e por último a árvore da Natura no Parque Ibirapuera. Seguidas.

Somos comunicadores, defendemos a importância do marketing e do merchandising. Pela sustentabilidade da comunicação. Mas há um limite de ajuste fino que precisa ser respeitado. Pelo bem dos produtos, do mercado e, principalmente, pela inteligência dos consummidores.

A propósito, querem ler um belo case sobre como a Comunicação pode andar de mãos dadas com a Sustentabilidade?

Indicamos matéria de Plurale.

Um comentário:

Paulo Tamburro disse...

MERCHANDISING SEGUIDOS? Você é uma pessoa ponderada, realmente!Que geração foi formatada para vocês!Mulheres que arremessam crianças pela janelas, homens que nem gostam de chegar perto de mulheres e tomam viagar com 20 anos, meninas profissionais do sexo de classe média alta e classe alta vendendo os "atributos" por qualquer "posssibilidade remota" de ficar nua, em qualquer revista. Meninos que só se interessam por serem tanquinhos? Cabeças? Nunca leram nada, nunca souberam escrever nosso idioma, falam às vezes um "inglês de texano brabo" e se sentem...Quanta mediocridade!Estas novelas tem mulheres histéricas que choram 2 horas por capítulo.A mãe come a tia que, faz incesto com o filhos.A tia, está afim do jardineiro da vizinha que, é amante da avó da prima do cunhado do filho primogênito da tia mais velha da madrasta. O menino é gay, bissexualal, ativo e passivo, mais ou menos .Depende.Nestas famílias, não Tem homem, só boiolas: nem mulheres só lésbicas.Elas até casam para sair de casa por causa do colchão que espeta, o chuveiro que não esquenta, enfim, puro amor!Que coisa fascinante.E as EXECUTIVAS? As executivas acabaram com a a família. Quem trata dos filhos agora são "babás" à base de porrada na cabeça dos reccèm-nascidos.Os EXECUTIVOS, foram executados, estressados, alcoolizados. Mulher atualmente palita os dentes em público, fecha o zíper saíndo daqueles fétidos banheiros do centro da cidade, cospem no chão e como têm naul hálito!Tá feia a coisa.Depois fazem passatas de roupas brancas e rosa na mão na orla de Copacabana.Tá tudo dominado!Meninas sobem os morros para fazer "GLOBOSAT"(procurem saber a diferença entre Globosat e sexo oral: não existe!) nos caras do tráfego.13,16, 17 anos,, tudo patricinha.Meninos vendem até o pinico da vovò para queimar um baseado cheio de bosta de vaca lá dentro.Realmente, evoluimos.E como?