Dedicado às mulheres inteiras e ativas de todas as idades, cores e formas. Mulheres que interagem e abraçam a vida como der, puder e vier.
Sempre desejadas!








setembro 21, 2008

Meirelles genial!

Ensaio sobre a Cegueira é simplesmente um dos maiores filmes da história do cinema mundial.

Falo isso com algum conhecimento de causa (por ser cineasta) e também com a maior das humildades de uma simples mortal. Ler uma obra de Saramago já é difícil, imagina transcrevê-la para o cinema?
Pois Meirelles e sua simplicidade genial nos leva a chafurdar junto com seus personagens na sordidez do despertar de Saramago, em meio a cegueira generalizada que vivemos.
É chocante, impossível de tirar os olhos da tela, de perder qualquer movimento ou segundo. Parece que não respiramos e estamos alí em cada cena.Qualquer palavra será pequena para descrever esta obra impressionante. É preciso ver e sair do cinema tonto com o grande espelho que acabamos de olhar.

Palmas para Meirelles, se não foi a de Ouro - e não consigo saber porquê??? Que sejam as do público, que agradece uma peça tão rara de despertar para o nosso momento mundial. E não poderia deixar de me curvar e soltar muitos bravos a toda a equipe magistral de atores.Cegos são os que não forem ver.

Um comentário:

Anônimo disse...

Amiga, seu entusiasmo é contagiante.
Admiro também o trabalho de Meirelles.
Vou correndo assistir o documentário.
Beijos